Minha surpresa com Star Wars Episódio 1: Racer

Lembro de quando ganhei meu Nintendo 64 em 1999 e esperava jogar The Legend of Zelda: Ocarina of Time ou Super Mario 64. Olhei para a fita que estava dentro da caixa e confesso, me decepcionei um pouco. Com o console azul, vi o jogo Star Wars Episódio 1: Racer.

Eu era fã de Star Wars e já havia assistido o filme de George Lucas, lançado nos cinemas no mesmo ano. A corrida de pods protagonizada por Anakin Skywalker até havia me empolgado, mas não sabia o que esperar de um jogo baseado nas corridas no deserto de Tatooine.

Acredito que essa foi a minha primeira boa surpresa nos vídeo games. A equipe da Lucas Arts precisou construir um universo totalmente inédito para criar o título, já que não houve nenhuma corrida a mais no longa de “A Ameaça Fantasma”. Todos os personagens mostrados estavam lá, mas era necessário criar novos circuitos.

Lembro que eu me divertia com a chance de alterar as partes do meu pod e melhorar a performance. Também tinha o espaço para momentos de raiva, como acontecia em diversos games de corrida. Você pode acelerar o quanto quiser, mas o segundo colocado sempre estará próximo de você para te ultrapassar próximo à linha de chegada.

Tive a oportunidade de jogar todos os games que eu quis no Nintendo 64, mas Star Wars Episódio 1: Racer sempre terá um espaço nos meus preferidos, conquistando o meu respeito sem “promoção” alguma.

P1W Retrô – fuga de Jill Valentine de Raccoon City completa 17 anos

Próxima Notícia »

Sim! Sou parte da geração Fatal Fury dos anos 90